Mães que deixaram um pouco de si pelo Mimami

    Cátia Godinho

cátia30 anos, vive a vida sempre na velocidade máxima. Alfacinha de gema, tem o seu coração divido entre duas nações: o seu Portugal que a viu crescer e a Suíça que a acolheu com a sua família e lhes mostrou que querer é poder! Mãe babada, mãe coruja, é apaixonadérrima pelas suas três “crias”, o Duarte de 2007, a Eva de 2012 e o Francisco de 2015.

Helena Correia Ribeiro

helenaMãe do David e do Pedro, a Helena adora viajar, partir à descoberta, vivenciar novas experiências e conhecer novas culturas. Quis o destino que a Turquia surgisse como uma oportunidade de trabalho para o marido. O que inicialmente foi um receio, depressa abraçaram a oportunidade com entusiasmo. É mãe a “tempo inteiro” e sente-se uma privilegiada por poder estar com os seus pequenos 24h por dia.

    Marília Campos

marilia36 anos, mãe do Gabriel e da Rita, completamente apaixonada. O Porto é a sua cidade, o seu ar, o seu outro amor que ficou longe quando casou e foi viver para Coimbra há 8 anos atrás, e ainda mais longe desde Novembro de 2013 quando embarcaram na aventura de ir morar na República Checa e trabalhar na área das tecnologias. Gosta de letras e fotografia, gosta de pessoas perto de si. Entre tantos amores descobriu que ser mãe é a sua  vocação.

    Mónica Chantre

Mónica Chantre 1Benfiquista, bem-disposta, adora comunicar e organizar playdates com as suas mamigas (mães+amigas). Co-sleeper assumida, ainda amamenta o seu filho e acredita numa educação intuitiva e positiva, baseada no amor e no respeito, na compreensão, na empatia. Com a maternidade, veio a noção real de que é preciso uma vila inteira para educar uma criança. A vontade de aprender com outras pessoas e de estar em contacto com outras mães e bebés foi crescendo.

    Nélia Matos

nmatosBióloga de formação, escritora de coração e sonhadora de vocação. Plantou a primeira árvore com 14 anos, escreveu o primeiro livro com 17, mas foi aos 33 anos que realizou o maior dos seus sonhos ao tornar-se mãe do Gabriel. A formação em Biologia deu-lhe as bases para compreender a componente animal da nossa espécie e encarar a parentalidade e a educação das gerações futuras como a tarefa mais importante e mais gratificante da vida humana. A Nélia foi a Spielberg que realizou o vídeo das Ideias de Origem Portuguesa.

   Rita Rueff Lopes

rita rueff lopesMãe da Isabel, vive em Barcelona. Doutoranda em Gestão de Recursos Humanos pelo ISCTE-IUL e Universitat de Barcelona. Gosta de desenhar, ler poesia e viajar. Sonhava ser pintora, escritora, cozinheira, baby-sitter, arqueóloga, procurou-se dentro e fora de si e acabou por se encontrar no mais inesperado papel da sua vida: o de mãe. É adepta ferrenha do attachment parenting, co-sleeping, long term breastfeeding e tudo aquilo que a mãe lhe disse para não fazer.  

    Susana Soeiro

Fotografia(4)32 anos, mãe de uma estrelinha de quatro anos, trabalhadora, energética e sonhadora de gema. Licenciou-se em Educação de Infância, por ter uma paixão enorme por crianças. Pelo mundo das crianças realizou a pós-graduação em Técnicas Expressivas na Educação, Saúde e Comunidade. Defensora da parentalidade positiva e da importância do equilíbrio emocional nas crianças para o seu desenvolvimento.