Tranquilo

Foram várias dias seguidos de guerra aberta e o cansaço transformou-se em exaustão. Tens que impor regras, diziam uns. Tens que definir os limites e mostrar quem manda, não podes ser tão mole, diziam outros.

E eu decidi. Decidi estar presente, naquele momento, aceitar o que cada momento me trazia. Esqueci o futuro, deixei a vida fluir no tempo. Na 6ª feira não houve banho. E também não houve brigas para vestir pijama ou para escovar os dentes. No sábado, tomámos um banho diferente, a uma hora diferente. O WC ficou de pantanas, mas ele divertiu-se e eu tive o sentimento de missão cumprida – de forma tranquila. Prefiro 1000 vezes limpar água do chão do que obrigar o meu filho a tomar banho. Mesmo que seja para o seu bem, mesmo que se trate de uma questão de higiene.

Passei a responsabilizá-lo mais pelos comportamentos. E deixei a vida fluir. E ele ficou mais tranquilo e mais cooperante.

Reconectámos, tranquilizámos, sentimos de novo o amor uns pelos outros.

Obrigada, Mia. <3 

Partilha o que te vai na alma...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s