Roots of Empathy – Raízes de Empatia

É possível sonhar com um mundo sem violência? Onde cada um de nós olha com empatia para quem nos rodeia? Ontem estive no Instituto de Empreendedorismo Social para conhecer pessoalmente Mary Gordon a mentora do programa Roots of Empathy… e só posso responder: eu acredito que sim, é possível!

Mas, o que é a empatia? Empatia é compreender o que sente outra pessoa, respirar com o mesmo pulmão dessa pessoa. É algo que nasce connosco mas que muitas vezes se perde à medida que vamos crescendo. Se não sentirmos empatia, nunca sentiremos altruísmo, nunca conseguiremos resolver conflitos, não compreenderemos que o nosso vizinho, do outro lado da montanha, é exactamente como nós, pois partilhamos os mesmos sentimentos.

Como cultivar uma cultura de empatia? Começando pelas famílias, mostrando empatia pelas famílias. Se a sociedade cuidar dos pais, eles cuidarão dos seus filhos. É nas famílias e nas escolas que trabalhamos a empatia e as relações sociais entre os pares.

O que é o programa Roots of Empathy? É um programa de literacia socio-emocional, com base na linguagem universal da sobrevivência, uma linguagem de conexão com o outro. É feito com crianças, desde o jardim infantil até ao 8º ano e tem como objectivo reduzir os níveis de violência e agressão entre crianças, através do desenvolvimento de competências emocionais e aumento de empatia.

O método é simples: as crianças aprendem por observação e interacção com os seus colegas. O seu professor é um bebé, com idade entre 2 e 4 meses. Ao longo do programa, as crianças têm a possibilidade de ver o bebé crescer, observar as suas emoções, e encontrar explicações para as mesmas. Por exemplo, se o bebé começar a chorar, o facilitador pergunta sobre as razões que poderão estar a provocar o choro.  As crianças observam, também, a forma como os pais cuidam do bebé e ajudam a acalmar o choro. Um bebé que chora não é um bebé mau, é um bebé com um problema.  A partir daqui, as crianças podem transpor o que aprendem para a sua realidade quotidiana.

Neste programa, celebram-se as diferenças mas também procura-se a base da humanidade, que são os sentimentos. Trabalha-se com base no aspecto cognitivo da empatia que é partilhar a perspectiva do outro. Ao fazer-se isso, encontramos a conexão ao outro. Compreender o outro não significa que estejamos sempre de acordo, é importante valorizar as diferenças entre nós. Ser diferente tem sido a causa de bullying, racismo e outro tipo de intolerências mas, quando se sente empatia, isso permite ultrapassar as diferenças entre as pessoas.

Como criar uma cultura de empatia? Há sociedades muito diferentes, sociedades mais independentes e menos empáticas que sociedades interdependentes. Muitas vezes, as pessoas são empáticas em situações de grandes catástrofes. Mas e quanto ao isolamento social do nosso vizinho? Quando sentes empatia, compreendes o que é a solidão. Há uma pandemia de solidão, nos mais velhos, nos mais novos, nos doentes… qual é o objectivo de resolver problemas ambientais e económicos se vivemos numa sociedade falhada, quando não ajudamos os mais vulneráveis? Quando sentes empatia és impelido a fazer algo em relação ao que sentes, e isso ajuda a tornar a sociedade mais inclusiva.

Focamo-nos tanto na parte cognitiva que nos esquecemos que somos seres humanos, esquecemos a importância do toque. Se não foste amado, é difícil amares alguém… Por isso é tão importante demonstrar amor para com os nossos bebés, está até provado cientificamente que a dimensão do cérebro é tanto maior quanto mais toque e afecto há.

O sonho de uma cultura empática, uma Cultura de Empatia, é algo a perseguir. Nunca é tarde para desenvolvermos empatia. Surge de uma forma natural e deveríamos fazer tudo para a cultivar e podemos fazer isso em qualquer fase da vida. Então, porque não fazê-lo?

Assinatura Cristina

 

Partilha o que te vai na alma...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s